seguridad

Macri afirma que as obras públicas já não estão relacionadas com a corrupção

Por Agencia Télam

04-01-2019 10:30

O presidente Mauricio Macri afirmou ao inaugurar em Bariloche obras do gasoduto da cordilheira, que essa construção tinha sido “várias vezes prometida”, em 2013 e em 2015, e enfatizou que quando chegou ao Governo “não havia construído nem um metro”, como mostra de que nessa época “as obras estavam ligadas com a corrupção massiva”.

Macri disse que “havia uma obra prometida que é o gasoduto da cordilheira patagônica, que tinha sido prometida no ano 2003 a ampliação e em 2015 a ampliação e quando chegamos ao governo não havia nem um metro de cano construído”.

“Isto passou de ser uma evidencia mais da resignação e do abandono de um símbolo da esperança de uma Argentina que começa a se levantar”, sublinhou sobre a obra beneficiará inicialmente 22.000 usuários de Bariloche e outras localidades próximas.

Nesse sentido, Macri acrescentou que “isto aconteceu porque nós decidimos mudar, mas não de governo ou de partido político, mudar a forma em que encaramos a vida”, e salientou: “estão voltando a se transformar obras em esperança, terminando com esta história espantosa que já vivenciamos, que as obras estavam ligadas com a corrupção massiva”. (Télam)