politica

Transportadores de cargas disseram que seus custos aumentaram 47% durante 2019

Por Agencia Télam

09-01-2020 02:30

A Federação Argentina de Entidades Empresárias do Autotransporte de Cargas (Fadeeac) advertiu hoje que o custo de transporte de mercadorias em caminhão aumentou 47% durante 2019, após ser observado um aumento de 2,2% em dezembro. Segundo a entidade, o índice "deixa em evidência que o setor está em emergência", referiu um comunicado.

"Com o aumento registrado de janeiro a dezembro, 2019 foi consolidado como o ano com maior aumento nos custos desde 2002, depois de ter batido recorde de 2018 de 61,5%", informou a Fadeeac.

Acrescentou que nos últimos cinco meses, a partir de agosto, "no contexto da abrupta mudança nas condições macroeconômicas do país, o incremento acumulado nos custos está próximo a 20%".

Também, o comunicado manifesta a preocupação do setor pelos aumentos no preço internacional do petróleo, como consequência do conflito no Oriente Médio, pelo qual a entidade apresentou um projeto de retenções graduais para os hidrocarbonetos, "para que os preços internacionais não afetem os preços internos do referido produto". (Télam)